Pages

sexta-feira, 25 de março de 2011

Chapéus femininos








  Os chapéus são conhecidos por marcar épocas na qual o cavalheirismo era essencial as mulheres eram cortejadas de uma maneira bastante diferente do que conhecemos hoje. 

  Mas não é só porque a peça era usada há tantos anos atrás que devem ser esquecidos para sempre. Assim como as saias de cintura alta, os chapéus são acessórios que podem ser reaproveitados o tempo inteiro, para diferentes ocasiões. Não é nem necessário comprar um novo. Sabe aquele chapéu cloche que sua mãe usada quando era nova? Vale a pena tirá-lo do armário e aproveitar esse achado para montar looks vintage. 

  Inicialmente, o chapéu foi criado coma intenção de proteger a cabeça, na Pré-história, das mudanças climáticas. O tempo passou e o item, antes mera proteção, virou indicação de hierarquia, função social, classe…uma série de fatores sociais que definiam os padrões das cultura da época. 

  No mundo moderno, a função social do chapéu foi esquecida e ele virou acessório. Por esse motivo, hoje adaptar o chapéu à moda moderna é essencial e, para isso, lembra-se que esse item sobressair-se à produção e não ser igual à ela. Hoje em dia, a função do chapéu é funcionar como um ponto de contraste no look, tanto no que diz respeito a textura e cores. 

  Outra dica para você que quer se adaptar a essa moda que se mantém no tempo é levar em conta o seu tipo de rosto. As pessoas mais altas ou com pescoço comprido podem apostar nos chapéus de abas largas, que combinam com o estilo "grande". O contrário também vale: se você é mais baixinha ou um pescoço curto, os chapéus de abas médias ou pequenas são mais aconselhados. No entanto, assim como tudo na moda, desde a moda de novela até a moda do rock, o que vale é como você se sente com a peça em questão. Conforto é a palavra chave. 

  Para o verão, os chapéus mais leves, como o panamá são os mais utilizados. Isso porque possuem uma copa, isto é a parte superior, mais larga e abas de um tamanho razoável, que são capazes de cobrir olhos e orelhas, muito afetados pelo sol nessa época do ano. Já no inverno as opções mais escolhidas são aquelas mais coladas à cabeça, ou seja, que não deixam espaço para o frio entrar. O chapéu próprio cloche, as boinas e quepes são os mais aconselháveis para a época fria. 

  Vale lembrar que, ao contrário de algumas peças do guarda-roupa, o chapéu é um acessório eterno. De forma que não é preciso correr para comprar um que esteja "na moda" sempre que é anunciado, escolha um que melhor se adapta ao seu Estilo e use-o até o dia em que você sinta que não tem mais necessidade de tê-lo.

Fonte:  
 
XoXo

1 comentários:

Fábio Sofer disse...

Quem disse que mulher não tem nada na cabeça? Brincadeirinha, desculpe o comentário cretino. Matéria muito legal.

Postar um comentário